Culto de missões

LITURGIA DO CULTO

ENTRADA DAS BANDEIRAS: deverá ser conduzida por um orador, que fará a apresentação dos Estados e ao fundo deve ter uma música sobre missões. Os porta-bandeiras deverão entram pelo corredor da igreja com as bandeiras, colocarem as mesmas no devido lugar e ficam de frente para a igreja. Após entra a bandeira do Brasil ao som do Hino Nacional. Entra uma tocha acesa com álcool para não fumaçar e, de preferência uma criança com a bíblia aberta.

O orador fala de cada item que entrou (ex: as bandeiras: esta entrando neste momento, a bandeira do Brasil, nosso amor a pátria. Quando chegar a tocha, falar que o fogo representa o Espírito Santo presente e que a bíblia representa a palavra do Senhor e é passada para o pregador.

Todos os porta-bandeiras deverão sair pelo corredor do templo.

 

ORAÇÃO INICIAL: Antes de iniciar a oração deve-se informar a todos os presentes a finalidade do culto, ou seja, esclarecer sobre o CULTO DE MISSÕES. Na oração já deverá ser dada ênfase para MISSÕES, orando pelos obreiros no nosso estado, país e pelos missionários espelhados pelo mundo.

LOUVOR (HARPA CRISTÃ): Procure selecionar, para o CULTO DE MISSÕES, hinos que transmitam mensagens do evangelismo, salvação, amor pelos pecadores. Sugerimos algumas tais como: 12, 15, 18, 26, 56, 63, 65, 93, 115, 127, 166, 169, 171, 172, 192, 208, 212, 224, 225, 291, 303, 305, 340, 419, 491 e 503, entre outros (Harpa Cristã)

LEITURA BÍBLICA: Deve ser de acordo com a finalidade do culto. A leitura bíblica de ter uma mensagem de MISSÕES, amor pelas almas perdidas, a seara do Mestre, etc...

APRESENTAÇÃO DOS VISITANTES: Explique para eles a finalidade do CULTO DE MISSÕES.

LOUVORES AVULSOS: Também deverão ter como tema a Obra Missionária. Neste caso oriente antecipadamente todos os grupos de louvor da Igreja. Se possível liste as oportunidades de louvores avulsos;

COLETA DE DÍZIMOS/OFERTAS: Neste momento enfatize a importância da Oferta Missionária (ex.: o missionário no campo depende totalmente das ofertas dos irmãos). Informar aos irmãos que os dízimos não devem ser “transformados” em ofertas para Missões. As ofertas de Missões devem ser independentes do valor do dízimo.

Obs.: Uma boa maneira de incentivar os irmãos a ofertarem é distribuir os envelopes voltados para a oferta missionária um domingo antes do CULTO DE MISSÕES.

TESTEMUNHOS /SAUDAÇÕES: Devem ser breves e estarem, também, voltados para a finalidade do CULTO DE MISSÕES;

INFORMATIVO MISSIONÁRIO: Nesta parte você, Dirigente/Promotor, poderá trazer para toda Igreja algumas notícias sobre MISSÕES no Brasil e no mundo. Para tanto, você poderá encontrar muitas e ótimas informações no Clamor Missionário. Caso ainda assim, seja insuficiente, procure então a Secretaria de Missões e nós forneceremos aquilo de que dispormos no momento sobre o assunto;

PALAVRA MISSIONÁRIA: Aqui a oportunidade é para o Obreiro convidado, que falará sobre MISSÕES, pregando ou então enfocando seus testemunhos

Obs.: Não aconselhamos o convite de Obreiro-Missionários que cobram para pregar.

ENCERRAMENTO: Agradeça a todos e já deixe o convite para o próximo CULTO DE MISSÕES.

ORAÇÃO FINAL

SAIDA DAS BANDEIRAS: Quando terminar a pregação, o orador chama os porta-bandeiras entram de novo e retiram as bandeiras, quando elas estiverem saindo , à igreja sai atrás das bandeiras.

SUGESTÕES MISSIONÁRIAS

1 – Destaque sempre em sua Igreja o valor da oração pelos Obreiros e Missionários do campo;

2 – Oriente as irmãs do Círculo de Oração a procederem dessa mesma forma, separando determinado tempo para orarem pelo serviço de MISSÕES;

3 – Estimule a Mocidade e o Departamento Infantil a realizarem eventos e outras atividades que se refiram a MISSÕES ou OBRA MISSIONÁRIA;

4 – Sempre convide um Obreiro para trazer testemunho ou Palavra nos cultos de MISSÕES;

5 – Prepare a programação do CULTO DE MISSÕES com antecedência.

CERIMONIAL   

Disposição das Bandeiras Nacionais

Público
Pavilhão
11 – 9 – 7 – 5 – 3 – 1 – 2 – 4 – 6 – 8 – 10

1. Brasil
2. Bahia
3. Rio de Janeiro
4. Maranhão
5. Pará
6. Pernambuco
7. São Paulo
8. Minas Gerais
9. Goiás
10. Mato Grosso
11. Rio Grande do Sul
12. Ceará 13. Paraíba
14. Espírito Santo
15. Piauí
16. Rio Grande do Norte
17. Santa Catarina
18. Alagoas
19. Sergipe
20. Amazonas
21. Paraná
22. Acre
23. Mato Grosso do Sul
24. Rondônia
25. Distrito Federal
26. Amapá
27. Roraima
28. Tocantins

Disposição das Bandeiras Estrangeiras

Público
Pavilhão
K J I G E C 1 A B D F H

 As bandeiras são colocadas pela ordem Alfabética do país. No caso o nº 1 é a bandeira do Brasil

 EM RECINTO FECHADO

Em mastro, à direita da mesa ou Desfraldada, acima da cabeça do presidente da sessão (quando disposta em sala ou salão, por motivo de reuniões, conferências ou solenidades, ficará erguida por detrás da cadeira da presidência ou do local da tribuna, sempre acima da cabeça do respectivo. Quando disposta em recinto privativo de autoridade, ficará ao lado direito de sua mesa de trabalho ou em outro local em que fique realçada.

 

PORTA-BANDEIRA

Posição de descansar, ombro-arma e em continência (na posição de "ombro armas" o Porta-bandeira conduz a bandeira apoiada no ombro direito e inclinada com o cotovelo mais abaixo. A mão direita fica na altura do peito, mantendo o pano seguro e naturalmente caído ao lado recobrindo o braço do Porta-bandeira).

culto de missões, ordem das bandeiras

segunda 29 junho 2009 10:56




1 Fan

Nenhum comentário Culto de missões



Seu comentário :

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (23.20.33.176) para se identificar     


Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para eventoscristaos

Precisa estar conectado para adicionar eventoscristaos para os seus amigos

 
Criar um blog